Lojas de varejo com realidade aumentada e virtual

avatar

Postado por Fernando Godoy - 01 Março, 2018

header-picture

O tamanho das lojas deixou de ser o protagonista no desenho do formato de negócio. 

Os formatos menores são utilizados para permitir a expansão dos negócios e maior presença no mercado.

Com a economia cada vez mais digitalizada, para manter a relevância as lojas precisam criar experiências diferenciadas e agregadoras para os consumidores.

O objetivo desses novos formatos é surpreender o cliente, proporcionando uma experiência única e, assim, criar um laço com a marca.

A realidade aumentada e a realidade virtual não são novidades no mundo tecnológico, mas estão cada vez mais sendo utilizadas como estratégia para o mercado.

A realidade virtual e realidade aumentada têm o poder de transformar a forma como as pessoas fazem compras, criando experiências melhoradas, memoráveis e personalizadas.

As duas oferecem diversas oportunidades no desenvolvimento do negócio e engajamento de marcas.

É fundamental que os lojistas estejam conscientes dos benefícios do uso de ferramentas tecnológicas e como elas poderão gerar aumento de vendas e fidelização de clientes.

Em São Paulo, podemos observar a expansão de negócios em novos formatos de lojas por meio dos quiosques, food-trucks, lojas de proximidade, pop-up stores.

Algumas redes de médio e grande porte já se adaptaram a esse novo formato de loja compacta que atende todas as necessidades urgentes do consumidor, como Americanas Express, Carrefour Express, Minuto Pão de Açúcar, Tok Stock Compacta, Lojas Smart da Via Varejo, entre outras.

E a tecnologia estará cada vez mais presente nos negócios, criando e oferecendo recursos para melhorar cada vez mais a experiência de compra do cliente.

Realidade virtual, realidade aumentada, inteligência artificial, telas de customização, cursos presenciais, sinalização educativa, gôndola infinita, área para eventos, compra por app na loja, espaços de lazer, são algumas novidades e possibilidades que a tecnologia pode oferecer.

A uso da tecnologia faz parte do sistema de evolução das lojas para se tornarem pontos de vendas onde a experiência pode ir além do mundo online e se tornar um ponto de referência para a compra do cliente.

Na capital paulista, algumas lojas investem no desenvolvimento de experiências para o cliente desfrutar no momento da compra.

McDonald’s (Henrique Schaumann)

A loja foi repensada trazendo uma série de atrativos, como totens de autoatendimento, mesas com jogos interativos e telas de realidade aumentada. Embora trate-se de uma rede de fast-food, a intenção é fazer com que o cliente permaneça mais tempo na loja.

Ponto Frio Digital

A nova loja é destaque mundial, com muitas novidades tecnológicas. O Ponto Frio Digital uniu a capacidade de criar diferentes experiências nas jornadas de compras com a redução brusca de seu espaço físico.

Beleza na Web

Ao unir loja e site com competência, se tornou referência de migração do mundo digital para o mundo físico. A loja proporciona uma experiência verdadeiramente bricks and clicks.

Zódio

A loja é interessante e tem execução de VM espetacular. Desenvolve relacionamento com os clientes nas redes sociais de forma exemplar.

Tópicos: varejo com realidade aumentada e virtual

flex interativa realidade aumentada guia interatividade

Posts recentes

13º Congresso Empresarial Acipi

read more

Apple Entra Definitivamente no Mercado de Realidade Aumentada

read more

Case de Sucesso Flex Interativa: Mosaic Fertilizantes

read more