Criando valor com inovação

avatar

Postado por Marcelo Rodino - 29 Agosto, 2017

header-picture

Entre as metas para o sucesso de uma empresa deve estar a Inovação.
A inovação é totalmente objetiva e mensurável mas, anda junto da criatividade.

Todas as ideias inovadoras começam como ideias criativas, mas nem todas as ideias criativas se tornarão inovadoras. As duas em harmonia geram mais valor às organizações, que se sobressaem como pioneiras a serem seguidas.

Inovação é um processo. E a habilidade de criatividade é aplicada em todo o processo de inovação de diversas formas. A criatividade é fundamental durante o processo de inovação, pois se não há uma ideia, não há nada para desenvolver e implementar.

Pontos relevantes em inovar

  1. Identificação de oportunidades e problemas: Essa etapa é de responsabilidade dos níveis hierárquicos mais altos da empresa. Quais problemas que afligem e podem ser resolvidos com inovações? Quais oportunidades poderiam criar antecipando-se ao mercado? Aqui deve haver um número limitado de desafios e oportunidades, e a identificação de um prazo para o seu desenvolvimento.

  2. Entendimento da oportunidade ou problema: Se for algo ligado ao comportamento ou ao envolvimento de pessoas, uma elaborada pesquisa antropológica é recomendada. Como as pessoas agem em tal situação? Que outras soluções existem para o mesmo problema? Nessa etapa é preciso fazer anotações, tirar fotografias de situações que possam ilustrar o problema ou a oportunidade, conversar com especialistas.

  3. Troca de ideias sobre a oportunidade ou o problema: Nada como uma boa conversa sobre a problemática, suas circunstâncias e suas alternativas. Se necessário, volte ao campo.

  4. Ideação: Depois de ter explorado exaustivamente o entendimento da questão, há a etapa de geração de ideias. Aqui, é recomendável diversas técnicas: brainstorming, associação de ideias, design thinking. O importante nessa fase é gerar o maior número possível de ideias, sem filtros ou restrições. Vale tudo: copiar, colar, adaptar, modificar, unir pedaços e fragmentos.

  5. Agrupar e selecionar ideias: É importante deixar as ideias descansarem, ou, os autores descansarem das suas ideias. As ideias ajustadas devem virar uma proposta de projeto, que será submetida para avaliação.

  6. Seleção de ideias ou projetos: Existe um conceito de “feira de ideias”, em que os autores apresentam suas propostas para terceiros. Em alguns casos, as ideias são votadas, em outros, compradas. Já foram criadas ações para as compras de ideias. Esse momento é quando os vendedores fazem de tudo para convencer os compradores de que suas ideias ou projetos são as melhores. Deve ser também um momento descontraído e, sempre que possível, alegre.

  7. Desenvolvimento das ideias: Os conceitos selecionados devem ser elaborados usando os critérios e os métodos de gestão de projetos usados nas empresas. O objetivo agora é a transformação das ideias e dos projetos em algo que possa ser testado e aplicado. O não desenvolvimento das ideias selecionadas pode comprometer o futuro dos projetos de inovação na empresa.


Inovação é sinônimo de inquietação, de movimento, de busca de solução, de geração de valor. Hoje em dia, ela é o combustível para o futuro de qualquer negócio. 

As ideias devem ser criativas mas, aplicáveis, para que transcendam o discurso é tornem-se ações e soluções eficientes e efetivas para os clientes e, também, para a própria empresa que investe em inovação.

flex interativa realidade aumentada guia interatividade

Tópicos: Inovação


Posts recentes

13º Congresso Empresarial Acipi

read more

Apple Entra Definitivamente no Mercado de Realidade Aumentada

read more

Case de Sucesso Flex Interativa: Mosaic Fertilizantes

read more