Blog da Flex

0
header-picture

A realidade aumentada é uma tecnologia que tem proporcionado resultados cada vez melhores às empresas que a utilizam. Mas, afinal, qual será a explicação para o sucesso dessa “nova” forma de falar com o público? É claro que a resposta para essa pergunta não é objetiva. Na verdade, diversos aspectos estão por trás desses bons resultados. Sendo que um deles é o fato de a realidade aumentada ter um grande potencial de agregar valor às marcas.

Por isso, mostraremos abaixo alguns aspectos relativos à realidade aumentada que fazem com que ela agregue valor às marcas. Veja os detalhes sobre cada um deles e entenda porque esses fatores são tão relevantes!

Interação extremamente realista

O fato de ela fazer com que o público interaja mais com as marcas é umas das principais características da realidade aumentada. Sendo que essa interação é muito realista. As pessoas têm a sensação de que estão tocando aquela marca, interagindo fisicamente com ela.

Na verdade, a realidade aumentada gera uma experiência imersiva, despertando uma série de sentimentos nas pessoas. Consequentemente, as marcas que utilizam essa tecnologia ganham valor na medida em que o público percebe algo de diferente nelas. Gerar novas experiências atrai mais pessoas, aumenta o engajamento e ajuda também na fidelização. Ou seja, há um grande ganho de valor perante a visão do público.

Elevado potencial de reter a atenção

Até como consequência do que foi destacado acima, a realidade aumentada também tem um elevado potencial de reter a atenção do público. Atualmente, em um espaço de poucos minutos, diversos anúncios tentam nos impactar. Ou seja, há uma grande competição entre as marcas na tentativa de atrair a atenção das pessoas.

Diante disso, aquelas que conseguem fazer isso por meio de uma “ferramenta” inovadora tendem a atrair mais pessoas e também reter mais a atenção delas. Aliás, é até interessante ressaltar que muitas marcas (utilizando-se de variadas ferramentas) até conseguem atrair o público. Porém, existe uma grande dificuldade em reter a atenção por um tempo necessário para que seja criado um entendimento da proposta do anúncio.

Desse modo, como a realidade aumentada retém a atenção e faz com que seja criada uma relação mais ampla, um melhor entendimento da mensagem que a marca quer passar ao público, ela gera muito valor. Até porque, essa compreensão a respeito daquilo que está sendo dito por quem vende um produto ou serviço é o primeiro passo para que as pessoas se tornem consumidoras dele.

Redução dos custos e expansão dos limites dos produtos

Há casos em que a realidade aumentada gera a redução dos custos de um produto e expande os seus limites. Isso ocorre principalmente no segmento de jogos. Essa tecnologia permite que um produto seja compactado, ou seja, fisicamente reduzido. Sendo que isso, naturalmente, reduz os seus custos de produção. Essa redução é compensada exatamente pelas alternativas viabilizadas pela realidade aumentada. No caso de um jogo, por exemplo, ela passa a ser usada para complementá-lo.

E o melhor é que isso permite que o produto seja expandido, inclusive possibilitando a realização de atualizações. Tudo isso agrega mais valor ao produto e ainda reduz o seu valor final. Ou seja, passa-se a ter um produto melhor e mais barato. Logo, a consequência natural disso é o aumento das vendas.

Conclusão

Obviamente, os três aspectos mencionados acima são apenas alguns dos que proporcionam à realidade aumentada agregar valor às marcas. Existem vários outros fatores (que certamente serão explorados nos nossos próximos artigos) envolvidos nessa questão.

De qualquer modo, esses três exemplos já nos dão uma noção clara do potencial dessa tecnologia. Até porque, como foi ressaltado no último aspecto, ela pode ter influência direta na redução dos custos de um produto e expandir os limites dele, levando-o a obter melhores resultados em suas vendas. Ou seja, além de diversificada, a forma como a realidade aumentada agrega valor às marcas é bastante efetiva.

Felizmente, por terem uma ideia mais ampla sobre a realidade aumentada, algumas marcas enxergam e valorizam o potencial da realidade aumentada. Isso acontece por conta da compreensão de que o valor gerado pelo uso dessa tecnologia reflete nas vendas. Cada vez mais marcas estão se atentando para isso e implementando a realidade aumentada em suas estratégias de marketing. Isso é muito positivo para elas, para o mercado em geral e, principalmente, para o público!

Você quer utilizar a realidade aumentada para agregar valor à sua marca? Então clique aqui e solicite uma avaliação gratuita da Flex Interativa!

0
header-picture

Tópicos: Realidade Aumentada

A utilização da realidade aumentada é cada vez mais comum em ativações de marketing. No entanto, muitas empresas que investem alto nessa alternativa não conseguem obter o retorno esperado. Sendo que isso acontece, na maioria dos casos, por conta de ações equivocadas. Um exemplo disso é usar a realidade aumentada para simplesmente apontar para uma embalagem e focar exclusivamente nos benefícios do produto.

O papel do marketing de ativação é apresentar uma marca ou um produto ao mercado. Logo, é essencial que, antes de enfatizar benefícios, seja gerado algum valor para o público. Mas, afinal, como é possível fazer isso?

É exatamente para responder a essa pergunta que o nosso artigo de hoje mostrará como a sua empresa pode se destacar utilizando a realidade aumentada para embalagens de produtos. Confira atentamente e fique totalmente por dentro dessa questão!

Por que muitas empresas não obtêm bons resultados com a ativação de marketing utilizando a realidade aumentada?

Mesmo fazendo grandes investimentos, muitas empresas não conseguem o retorno desejado com a ativação de marketing utilizando a realidade aumentada. Sendo que, na realidade, existe uma explicação lógica para isso.

A verdade é que usar a realidade aumentada para destacar unicamente os benefícios de um produto é uma escolha inadequada. Por isso, como muitas empresas insistem em fazer isso, fica difícil obter um retorno efetivo.

Utilizando como exemplo o desenvolvimento de aplicativos para serem disponibilizados nas lojas digitais, especialmente a Apple Store, é difícil conseguir a aprovação de um App que tenha como intuito exclusivamente promover uma marca. As lojas têm certa resistência a aplicativos com essa característica simplista.

E, de um modo geral, o público também não demonstra muito interesse por aplicativos e quaisquer outras ações de marketing de ativação que foquem na apresentação dos benefícios do produto. Até porque, é elevada a quantidade de telas e anúncios tentando chamar a atenção das pessoas atualmente. Dessa forma, ações focadas apenas em features de produto tendem a ser relativamente ignoradas pelo público.

Como obter um bom retorno e se destacar utilizando a realidade aumentada na ativação de marketing?

Diante do que foi destacado no tópico anterior, fica a dúvida sobre quais devem ser as características das ações de ativação de marketing que utilizam a realidade aumentada. Pois bem, no tocante a essa questão, é necessário que sejam desenvolvidas ações que não visem unicamente promover o produto. O ideal é que elas também levem até o público algum conteúdo relevante, que gere valor para as pessoas.

Para exemplificar isso, vamos considerar a criação de um aplicativo para uma empresa de alimentos. Escolhemos esse exemplo porque, recentemente, a Flex Interativa recebeu uma solicitação de um cliente, no caso uma marca de bolos, para que fosse desenvolvido um aplicativo mostrando os benefícios de usar um determinado produto da marca.

Assim, levando em conta a necessidade de entregar também algum conteúdo relevante, nesse caso específico, fizemos duas recomendações ao cliente. Foram elas:

  • Colocar no aplicativo algumas receitas exclusivas;
  • Trabalhar com um chef renomado para dar credibilidade ao conteúdo de receitas, por exemplo.

Ao fazer isso, embora tivesse como intuito principal apresentar os benefícios do produto, o aplicativo também levaria valor às pessoas. Com isso, aumentariam consideravelmente as chances de ele despertar o interesse dos usuários.

Conclusão

Diante do que foi exposto acima, pode-se concluir que, para se destacar utilizando a realidade aumentada para embalagens, simplesmente apresentar os benefícios do produto não é o bastante. É necessário buscar maneiras de associar algum valor (conteúdo relevante) a esses benefícios. Sem fazer isso, torna-se complicado realizar uma ativação de marketing eficiente utilizando a realidade aumentada.

Você gostaria de saber qual é o melhor tipo de realidade aumentada para o seu negócio? Então clique aqui e solicite uma análise GRATUITA da Flex Interativa!

Facebook
Facebook
INSTAGRAM
WhatsApp chat